sábado, 20 de dezembro de 2014






Nuno Cerqueira Machado Cruz
De um Natal que já vai longe...

Recordar dois republicanos

Num blogue anterior recordámos José Francisco de Paula Ressureição Oliveira Maia Alcoforado  -  clicar aqui, amigo de
Nuno Cruz (Nuno Cerqueira Machado Cruz). Ambos estiveram na frente de batalha durante a Grande Guerra, os dois combateram a ditadura, depois do 28 de Maio.

Maia Alcoforado no Natal de 1946 escreveu para o jornal República um encantador texto  -  "De um Natal que vai longe..."  -   lembrando Nuno Cruz, escrito que foi todo cortado pelos Serviços de Censura do chamado Estado Novo!
É com emoção, mas também para exemplo do que não desejamos se repita, que transcrevemos o artigo censurado.

Juntamos o depoimento de Abel Salazar recordando Nuno Cruz, que encontrámos no espólio digitalizado pela "Casa Comum" - Fundação Mário Soares.

Ficarei contente se conseguir interessar os jovens, e estou certo que o meu bom amigo Amadeu não deixará de referir estes exemplos nos seus escritos!












Dados biográficos de NUNO CRUZ  - 


 

Dicionário de Maçonaria Portuguesa
Oliveira Marques

Dados biográficos de MAIA ALCOFORADO  - 








Retirado do espólio da TORRE DO TOMBO
Maia Alcoforado foi homenageado e recordado em Mira no dia 25 de Março de 2011
ALIANÇA 57, CULTURA E CIDADANIA
Este é um espaço/blog que tem um café - Aliança, um café nascido em 1957,onde se alia cultura e cidadania.  -  clicar aqui
Homenagem e recordação de
MAIA ALCOFORADO,
O REPUBLICANO
Palavras de ontem e de hoje na lembrança

Uma Aliança entre a cultura e a cidadania

Estamos num tempo em que, e cada vez mais, as pessoas preferem espaços onde, sem grande agitação, possam beber um café, conversar, ver uma exposição ou assistir a uma palestra sobre este ou aquele assunto.

Aquele tempo em que até apetecia sentir o barulho, entrar em ambientes ruidosos, tem os dias contados, sobretudo para quem se sente capaz de descobrir os sons do silêncio.
E quando se consegue unir cultura e cidadania numa aliança duradoura, então vale a pena “nascer de novo”, sentir o “outro lado” da vida, descobrir que, entre um café e outro café, se pode construir o diálogo, se pode transformar o presente em passado sem esquecer o futuro.
Em 1957, em Mira, Mário Mendes já pensava ser este o caminho. Caminho que, de certa forma, se interrompeu mas que, agora, se retoma numa aliança segura, duradoura que nos convida a uma pausa entre livros, jornais e revistas, conversadores natos, gente que faz, gente que cultiva os valores sagrados da amizade e da fraternidade.
Um espaço de gente com memória, de gente que lembra quem fez, de gente que quer contribuir para construir a estrada que nos levará a um melhor futuro.
A 25 de Março, um desses homens vai ser lembrado. Maia Alcoforado, o Republicano, estará nas palavras que escreveu, nas palavras que outros dirão, estará em aliança com a cultura e a cidadania. Para que a história se cumpra e para que a memória perdure.






sexta-feira, 19 de dezembro de 2014



Estátua de Teixeira de Pascoaes,
do escultor António Duarte, em Amarante

Portugal e a Guerra
Um texto de Teixeira de Pascoaes

O meu presente de Natal para o Dr. Amadeu Gonçalves, colaborador indispensável do blogue "BERNARDINO MACHADO", com um apertado e saudoso abraço.























 
 
 

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014






 


Texto de Bernardino Machado do livro  -  SOUSA MARTINS (IN MEMORIAM)


















 
 
 
 

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014



Elzira Dantas Machado

15 de Dezembro de 1865

No dia de aniversário do nascimento da Avó Elzira recordamos os contos que nos enviava de La Guardia e depois reuniu no livro - "Contos para os meus netos" -  e queremos manifestar a nossa gratidão à Martha Esperanza Ramos de Echadía, que, incansável e dedicadamente, tem divulgado a tradução dos contos em língua espanhola!







Fotografia de 1911: - de pé e da esq. para a dir. - Jerónima (filha), Manuela (filha), tendo à sua frente o filho Júlio (neto) e à esquerda o marido Angelo Vaz (genro), Domingos (filho), Maria (filha), Rita (filha), Sara (nora), casada com António (filho), Miguel (filho); - sentados - Sofia (filha), Joana (filha), Joaquina (filha), Bernardino (neto), Elzira (filha), Bento (filho), tendo à sua frente Inácio (filho), Bernardino Machado, Elzira Dantas Machado, com o filho, Narciso, ao colo, Bernardino (filho)










 
 
 
 
 

domingo, 14 de dezembro de 2014

Camilo visto por Bernardino Machado


Um abraço apertado de gratidão para o meu bom Amigo Amadeu Gonçalves, que tanto me tem ajudado na redação do blogue





















sábado, 13 de dezembro de 2014






Recordar Trindade Coelho  -  3

Retrato pintado por Columbano

 


José Francisco Trindade Coelho foi maçon filiado na Loja Solidariedade de Lisboa, com o nome simbólico de Renovador









Estandarte da Loja Solidariedade





Referências retiradas do livro do Estudo sobre Trindade Coelho da autoria de João dos Santos Cabrita da Encarnação:












Homenagem da Editorial Moura Pinto:





:Documentos retirados do portal "Casa Comum" - Fundação Mário Soares:









 
 









 
 
 
 








Monumento a Trindade Coelho no Mogadouro e Ex-libris de Trindade Coelho: